QUE VARANDA É ESSA?

Espaço de lazer ou de meditação? A escolha é sua.

 

Churrasco, pizza, vinho, cerveja, uma final de campeonato, uma partida de pebolin  ou até mesmo de snooker!

Tudo isso e muito mais pode ser desfrutado nesse espaço que agora chamamos de varanda gourmet.

Mas você sabe a origem da varanda? Nos tempos coloniais, nas zonas rurais, a varanda era um espaço aberto na frente das casas, coberta com o telhado.

Era um lugar agradável, fresco e de convívio com a família.

 

 

No início de 1800 apareceram os sobrados na zona urbana. Essas edificações tinham pequenas varandas no andar superior.

Podemos ver algumas  dessa construções originais nos centros antigos de algumas cidades .

 

 

No final desse século, com o início da industrialização, aparecem construções com varandas laterais, cobertas com vidro e com estruturas em ferro trabalhado.

Abertas para um jardim, eram locais de conversas, reuniões  de família e de lazer.

 

 

Nas décadas de 30 e 40 começam as construções verticais. A setorização dos ambientes é bem rígida: área social, área íntima e área de serviço.

A varanda também está presente. Pequena e aberta, com espaço  somente para alguns vasos.

 

 

 

A partir da década de 90, com a facilidade de adquirir aparelhos eletrônicos, os espaços de convívio tendem a se juntar.

Salas de estar e jantar ficam  no mesmo espaço e a cozinha fica sem barreira.

Essa tendência se estende para as varandas e elas se integram ao social, com a eliminação de  portas e paredes e o nivelamento do piso.

 

 

 

Cada dia maiores, mais equipadas com as mais recentes novidades e mais bem projetadas, as varandas voltam às suas origens: um lugar de encontros e de lazer.

 

 

 

Esperamos que esse artigo tenha ajudado você. Mas se precisar de ajuda profissional para o projeto da sua casa ou apartamento,

pode contar com a IN.TETTO. Fale conosco agora mesmo e será um prazer atendê-lo.

Até o próximo artigo.

Compartilhar:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin