Presentes nos mais variados projetos e ícones do design, essas peças marcaram época na história do mobiliário.

 

O design industrial, com assinatura e data de criação, teve início há cem anos, com o nascimento das indústrias. Um móvel de sucesso, representava a união entre forma e função. Algumas vezes elevados ao nível de arte, esses móveis tornam-se os grandes indicadores de status e de cultura e seu preço era altíssimo. Atualmente eles se popularizaram devido às inúmeras cópias mais acessíveis.

1Cadeira Thonet- 1859

Michael Thonet era um marceneiro entalhador que depois de inúmeras experiências, desenvolveu um processo de arquear madeira no vapor. Assim surgiram as famosas cadeiras Thonet que são fabricadas até hoje. Pela sua praticidade, beleza e leveza da madeira, continuam sempre atuais.

 

 

2LC2 e LC3– Le Corbusier -1928

O arquiteto suíço Le Corbusier criou a LC3 pensando na mulher e a LC2 (mais compacta) para o homem. As poltronas combinam a estrutura em aço tubular e o estofado em couro. Com desenho limpo, retilíneo e inovador, leva um ar de modernidade a qualquer ambiente.

 

3Poltrona Wassily– Marcel Breuer- 1927

Projetada pelo arquiteto norte-americano de origem húngara Marcel Breuer, essa poltrona teve como inspiração um guidão de bicicleta. O arquiteto usou o aço tubular para a estrutura e tiras de lona para o assento e o encosto. Apesar de possuir um desenho técnico, o estilo é simples. Sua aceitação pelo mercado só foi efetuada depois que o revestimento de lona foi substituído pelo couro. Seu desenho fluido e contemporâneo combina com espaços comerciais e residenciais. O nome é uma homenagem ao pintor Wassily Kandisky, grande admirador da poltrona.

 

4Cadeira Charles Eames– 1950

O casal de designers americanos, Ray e Charles Eames, deixaram uma grande contribuição para a história do design de móveis com as suas criações. As cadeiras Charles Eames também conhecidas como Eiffel , foram fabricadas originalmente em fibra de vidro, mas atualmente são em polipropileno. Os pés podem ser de madeira ou metal conforme escolha do cliente. Seu desenho continua atual e ganhou cores variadas além da versão transparente, a queridinha da decoração de interiores.

5Eames Lounge Chair – 1956- Ray e Charles Eames

Aliando conforto e sofisticação, com a combinação da madeira e do couro macio, a Lounge Chair, criada pelo casal de arquitetos e designers, ultrapassou décadas e continua tendência até hoje. Além de ser consagrada como uma verdadeira obra de arte, fazendo parte do acervo permanente do MoMa- Museu de arte moderna de Nova Iorque.

 

6La Chaise– 1948- 1991- Ray e Charles Eames

Projetada originalmente como um sofá-cama conceitual e de forma orgânica, onde se pudesse sentar ou deitar. Formada por duas conchas de fibra de vidro coladas, uma base cromada e pés de carvalho natural, só foi colocada em produção em 1991, depois da morte dos criadores, seguindo a orientação do design original em fibra de vidro. A sua fabricação passou a ser feita em poliuretano a partir de 2001. Essa peça exibe uma elegância única.

 

7Barcelona-1929- Mies Van Der Rohe e Lilly Reich

O rigor das proporções e a precisão do detalhe, foram os princípios que nortearam a criação da Barcelona. O arquiteto e a designer de móveis, ambos alemães, desenvolveram o projeto da poltrona junto com outras peças como mesas e bancos. Sua estrutura é feita de aço inox maciço, percintas de couro natural e revestimento em couro. O design cosmopolita da peça confere sofisticação imediata ao ambiente.

8Diamond Chair– 1952- Harry Bertoia

O arquiteto italiano também era designer de móveis e artista gráfico. Queria trabalhar com produtos inovadores feitos de metal, porque gostava da funcionalidade e da flexibilidade desse material. A cadeira Diamond , diferenciada e ergonômica, com traços curvilíneos e encosto totalmente vazado, passa a impressão de leveza e força ao mesmo tempo. Bertoia criou variações da peça para cadeiras e banquetas.

 

 

9Cadeira Ant– 1952   Cadeiras Série 7– 1955- Arne Jacobsen

A cadeira Ant ( formiga) do arquiteto e designer de móveis dinamarquês foi projetada para uso em uma cantina de empresa. Seu nome vem da semelhança com uma formiga de cabeça levantada. Leve, estável, fácil de ser empilhada, originalmente a peça tinha três pés de plástico e um assento de laminado moldado em peça única. Mais tarde, foi adicionada uma quarta perna e estas passaram a ser feitas em aço tubular.

 

Os estudos realizados por Arne Jacobsen para fazer a cadeira Formiga evoluíram para criar a Série 7, composta por sete variações de uma cadeira . O sucesso foi imediato. A Série 7 é moderna, anatômica, leve e compacta e suas versões estão entre as mais vendidas e copiadas do mundo.

 

10Egg Chair-1957- Arne Jacobsen

Projetada para o hall de um hotel em Copenhague, logo ganhou o mundo. Seu formato lembra claramente um ovo, dai o nome. A base é em alumínio fundido, eixo giratório, com estrutura interna feita em fibra de vidro e revestimento que pode ser escolhido pelo cliente. Seu uso rende charme e sofisticação ao ambiente.

 

11Swan Chair– 1958- Arne Jacobsen

A Swan Chair foi inovadora tecnicamente: não tinha nenhuma linha reta, só curvas. Composta por um assento moldado em material sintético, uma base de alumínio giratória em forma de estrela e estofada em tecido ou couro. Tem uma estética muito feminina e delicada.

 

12Cadeira Tulipa-1956- Eero Saarinen

O arquiteto finlandês, radicado em Nova Iorque, gostava de experimentar materiais diferentes. A cadeira Tulipa tem linhas suaves do modernismo e também futuristas. A base da cadeira é de alumínio fundido e a concha superior é de fibra de vidro moldada. A almofada de espuma estofada é removível. A cadeira Tulipa tornou-se uma celebridade popular ao ser usada na série de ficção científica Jornada nas Estrelas (1966-1969).

 

 

13Panton Chair– 1960- Verner Panton

O  designer dinamarquês foi o criador da primeira cadeira fabricada completamente de plástico em uma única peça. A Panton com sua forma em S, sem pernas e em balanço, com cores vivas, foi revolucionária na época. Elegante e curvilínea, costuma ser o destaque da decoração.

 

 

14Bubble Chair-1968-Aero Aarnio

Depois de criar a Ball Chair, uma poltrona de forma esférica , com o corpo em fibra de vidro e internamente estofada, o arquiteto finlandês Aero queria ter luz dentro dela. Então teve a idéia de fazer uma bola transparente, em acrílico aquecido e soprado como uma bolha de sabão. Um anel de aço e almofadas completaram o projeto. Podemos relaxar e até balançar na poltrona que é suspensa do solo.  A Bubble Chair promove uma experiência diferente e surpreendente ao usuário.

 

15Cadeira Warren Platner– 1966- Warren Platner

Arquiteto e designer de interiores, Warren desenvolveu a coleção Platner nos anos 60, que foi  uma grande contribuição para o design do século 20. A base da cadeira é composta por centenas de varas metálicas soldadas e estofada em espuma revestida em couro. A cadeira Platner compõe com perfeição com os mais variados ambientes e promove conforto e exuberância na decoração.

 

Gostou do artigo? Se precisar de alguma ajuda profissional, pode contar com a IN.TETTO. Temos uma equipe de arquitetos e designers de interiores preparada para atender as suas necessidades e projetar o seu sonho. Será um prazer recebe-los no nosso escritório.