Além de ser perfeito como acabamento para esconder vigas e embutir a iluminação, o gesso é um coringa para resolver problemas estéticos da obra.

 

 

As chapas de gesso acartonado representam uma solução arquitetônica prática e inteligente. O drywall é um sistema de construção à seco, pois não utiliza ( ou utiliza quantidades mínimas) água. Por ser um material industrializado, que já vai pronto para a obra, permite uma construção mais limpa, já que não utiliza argamassa ou outro material.

Criado nos Estados Unidos em 1889 por Augustine Sackett, revolucionou o sistema de construção civil americana. No Brasil, o drywall foi introduzido por volta de 1970, porem seu uso pode ser considerado subutilizado, quando conhecemos todas as possibilidades que o material representa.

 

 

VANTAGENS DO SISTEMA DRYWALL

Execução rápida,limpa,sem desperdícios

Facilidade de instalação

Ganho de área útil

Praticidade de manutenção

Rapidez de secagem

Resistência ao fogo

 

 

É possível encontrar no mercado 3 tipos de chapas de acartonado, diferenciadas por cores e indicadas para diferentes usos:

Verde (RU)- Possui silicone e aditivos fungicidas misturados ao gesso, sendo portanto indicado para uso em áreas úmidas como banheiros, cozinhas e lavanderias.

Rosa (RF)- Resiste ao fogo por causa da presença de fibra de vidro na sua fórmula. Indicado para usar ao redor de lareiras e para paredes especiais.

Branco (ST)- È o mais básico, empregado em forros e paredes de ambientes internos.

Para conseguir um bom isolamento acústico, as chapas de gesso perfuradas ajudam na absorção dos sons.

Conseguimos também obter um ótimo isolamento acústico, colocando lãs de vidro, de rocha ou pet, entre as chapas.

 

 

Devido à facilidade de construção e remoção, o drywall permite mudanças de divisórias internas, ou seja ,mais opções de layouts no projeto. E com espessuras de 10cm, as paredes proporcionam ganho de área útil. Mas o uso do drywall vai além das paredes, podendo ser usado para criar centenas de formas:

– diferentes desenhos do forro, rebaixos curvos, sancas invertidas, cortineiros, favorecendo os mais diversos projetos de iluminação.

-construir divisórias, painéis, nichos

– construir paredes curvas

-esconder tubulações e passagens do ar condicionado

– contribuir para uma estética mais limpa e organizada, pois conseguimos embutir todas as instalações elétricas e hidráulicas entre as chapas.

 

 

A instalação de televisores, prateleiras e armários nas paredes e painéis de drywall, devem ser feitas respeitando o limite de peso indicado. E, sempre que necessário, fazer um reforço interno. Esse reforço deve ser feito antes do acabamento da parede.

 

 

Falando em acabamentos,a parede de drywall pode receber os mais diversos: cerâmicos, pastilhas, amadeirado, papel de parede, tinta….

Então, vamos pensar em usar mais drywall nas nossas próximas reformas?

 

Gostou do artigo? Caso necessite de uma ajuda profissional você pode contar com a IN.TETTO. Temos uma equipe com arquitetos e designers de interiores preparada para atender as suas necessidades e projetar o seu sonho. Será um prazer recebê-los em nosso escritório.